Como nutrir os meus leads pelo funil de vendas? - Agência Converse
nutrição de leads

Como nutrir os meus leads pelo funil de vendas?

Sua equipe está criando estratégias interessantes para atrair o seu público-alvo para o site. Os visitantes estão apresentando uma boa resposta, navegando pelas páginas e preenchendo os formulários de cadastro, mas o que fazer com esses contatos para que eles se transformem em clientes? Como fazer uma boa nutrição de leads pensando no funil de vendas? As respostas para essas questões podem fazer toda a diferença no sucesso do seu negócio!

Por isso, neste post vamos mostrar como é a relação entre a nutrição e o funil de vendas e como combinar esses dois conceitos para acelerar a jornada de compra. Confira!

Qual é a importância da nutrição de leads para o seu negócio?

Depois que um visitante deixa os seus dados de contato em uma landing page, ele se torna um lead, ou seja, um potencial cliente daquela marca. Os leads devem ser trabalhados com todas as informações necessárias.

Com a internet, a busca por conhecimento se tornou mais fácil. Os consumidores procuram dados para embasar suas decisões de compra, avaliando depoimentos de clientes e experiências. Sendo assim, a nutrição de leads tem uma importância muito grande na estratégia das empresas de atrair e reter clientes. Investindo em conhecimento, a marca ganha autoridade e se torna uma referência no mercado.

Qual é a relação entre a nutrição e o funil de vendas?

O funil de vendas é um esquema em que os contatos são trabalhados em estágios até chegar ao momento da compra. No topo do funil o conhecimento sobre as soluções ainda é bastante raso. Muitas vezes o contato ainda não sabe que tem um problema e, por isso, não busca uma solução.

No meio do funil, fase conhecida como consideração, os leads já possuem um certo conhecimento e começam a buscar informações mais específicas sobre aquela oportunidade.

No terceiro estágio está a fase da decisão. Aqui o lead tomará a sua decisão de compra, comparando as ofertas e decidindo pelo que é melhor para a sua situação.

Mas qual é a relação entre o funil de vendas e a nutrição de leads? Cada estágio necessita de informações diferentes. No topo, o contato não conhece aquela solução. Ele deve ser alimentado com conteúdos de fácil compreensão, sem termos técnicos. No meio do funil o lead já está inserido no contexto e começa a querer aprofundar mais, com várias dúvidas a serem esclarecidas. Já os conteúdos de fundo do funil são mais específicos e voltados para a decisão de compra, mostrando que a empresa é capaz de resolver os problemas.

Como vimos, cada fase requer um nível de nutrição. O intuito dos profissionais é que os contatos avancem até a decisão de compra, de forma rápida e eficiente.

Como otimizar a jornada de compra?

A jornada de compra é o trajeto percorrido por cada cliente da marca, começando como um mero desconhecido até chegar a ser um cliente ou até mesmo um promotor. A passagem de cada estágio do funil de vendas tem uma taxa de conversão. Esse indicador deve ser sempre conhecido e trabalhado, de forma a ser otimizado.

A avaliação desses resultados é muito importante pois garante que os esforços estejam direcionados para as questões mais importantes do trabalho.

Analise como o seu público está concentrado no funil de vendas. A maior parte está no topo? Quais são as páginas mais acessadas? Como está a taxa de conversão para os outros estágios? Essas informações servirão para embasar as suas decisões e montar planos de ação.

Mantenha esse acompanhamento e faça testes com diferentes estratégias, avaliando como cada uma interfere nos resultados. Lembre-se que esse trabalho é muito importante para a lucratividade do seu negócio, então é interessante contar com uma ajuda profissional. Os especialistas ajudarão nesse processo estratégico, potencializando as ações e promovendo melhores resultados.

Faça uma boa nutrição de leads, analise o funil de vendas do seu negócio, conheça as taxas de conversão de cada estágio e use estratégias para otimizar os trabalhos. O resultado desse esforço será o aumento nas vendas e o sucesso da sua empresa.

Gostou do nosso conteúdo sobre a nutrição de leads pelo funil de vendas? Então assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Maria Luiza

Maria Luiza é COO da Agência Converse, agência digital especializada em Inbound Marketing. Possui certificado Google, Facebook, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

google shopping o que e, e como funciona

18 Abril

Google Shopping: o que é e como funciona?

A tecnologia é uma grande aliada das lojas virtuais. Aliás, elas nem existiriam se não fosse pelo avanço tecnológico. Hoje, é possível contar com possibilidades cada vez melhores para divulgar os seus produtos e impactar mais clientes em potencial. Para que a sua loja permaneça relevante na internet e fora dela, é preciso conhecer recursos […]

marketing-digital-e-campanhas-de-marketing-quais-sao-as-diferencas

18 Abril

Marketing digital e marketing tradicional: quais são as diferenças?

Uma das principais dúvidas entre os empreendedores, principalmente com a popularização e o crescente aumento de alcance da internet, é: onde vale mais a pena investir, em campanhas de marketing tradicional ou no marketing digital? Responder essa pergunta não é uma tarefa simples. Pensando nisso, separamos o artigo de hoje para ajudá-lo a entender cada uma […]

marketing-integrado

13 Abril

Marketing Integrado, o que é?

O Marketing Integrado é extremamente importante para que o cliente tenha uma boa experiência nos seus canais de vendas. Imagine que você fez uma compra em um e-commerce, que entregou o produto errado. Você fez a reclamação através de mensagem privada no Facebook, enviou o número do pedido e, algumas horas depois, recebe um e-mail […]